Lula diz que não tem pressa para fazer a reforma ministerial

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que não tem pressa para fazer a reforma ministerial. Em conversa com jornalistas, na festa de despedida do secretário de Imprensa da Presidência, Ricardo Kotscho, Lula disse que não fixou prazo para mudar a equipe. "Não estou preocupado com isso. Tudo tem o momento certo para acontecer", afirmou , minutos após chorar ao se despedir do jornalista, no Palácio do Planalto.Apesar de não confirmar oficialmente, Lula já avisou a seus principais colaboradores que somente anunciará os novos ministros depois da convenção do PMDB, no dia 12 de dezembro, convocada para decidir se o partido entrega ou não os cargos no governo. O presidente disse que sua agenda estará muito carregada até lá e negou que tenha marcado a última reunião ministerial do ano, no dia 10, por causa da convenção peemedebista."Não há nenhuma vinculação entre a reunião ministerial e o encontro do PMDB. Escolhi o dia 10 porque ou era essa data ou era dia 17 e achei que aí seria muito perto do Natal", argumentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.