Lula diz que não deixará Presidência em 2º plano durante campanha de Dilma

Segundo o presidente, manter 'a boa governança do País é o melhor cabo eleitoral para um candidato'

Agência Brasil

06 de abril de 2010 | 12h39

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira, 6, que não deixará o cargo em segundo plano para participar da campanha eleitoral da pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. Segundo Lula, manter "a boa governança do País é o melhor cabo eleitoral para um candidato".

 

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gifÁudio da entrevista de Lula no Rio

 

"Obviamente vamos ter que trabalhar, fazer campanha, mas minha prioridade, com responsabilidade por esse País, é ser presidente da República e fazer o que um presidente tem que fazer, que é governar o Brasil", disse. "Sou muito agradecido ao povo brasileiro por ter me escolhido presidente da República, então não posso agora deixar a Presidência em um segundo plano para fazer campanha", acrescentou em entrevista, no Rio de Janeiro, às rádios Tupi e Nativa.

 

Lula lembrou que terá tempo para se dedicar à campanha eleitoral aos fins de semana e também à noite, após encerrar a agenda de trabalho da Presidência.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoLulamáquina pública

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.