Lula diz que 'muita gente' tentou vender Petrobras

Durante inauguração das unidades de hidrotratamento de diesel e coque da Petrobras, na cidade de São José dos Campos (SP), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comemorou a modernização e o fortalecimento das refinarias no País em sua gestão e, sem citar nomes, insinuou que "muita gente" tentou vender a estatal. "Essa empresa que muita gente tentou vender, essa empresa que muitos editoriais diziam que o Brasil não tinha que se meter a procurar petróleo, essa empresa chega em 2010 como a segunda maior empresa do mundo", disse.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

18 de outubro de 2010 | 13h09

Ovacionado pelos trabalhadores da Refinaria Henrique Lage (Revap) de São José dos Campos, Lula disse que após 30 anos a Petrobras voltava a construir novas refinarias. "Quando nós assumimos o governo, o valor patrimonial da Petrobras era de US$ 15 bilhões, hoje é de US$ 200 bilhões", argumentou.

Ao lembrar que deixa o governo em aproximadamente 70 dias, o presidente disse que sai da Presidência da República satisfeito. "Saio com a sensação de dever cumprido. Fizemos muita coisa, mas há muita coisa a ser feita", afirmou. Diante dos gritos dos trabalhadores pelo nome da presidenciável petista Dilma Rousseff, Lula desconversou: "Gente, isso aqui é um ato institucional. A gente não pode fazer campanha aqui".

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010inauguraçãoPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.