Lula diz que Malan tem discurso de "quem já perdeu"

O presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, rebateu hoje as afirmações feitas segunda-feira pelo ministro da Fazenda, Pedro Malan, de que o partido tem "um discurso messiânico e está se posicionando prematuramente como vencedor das eleições presidenciais". "Malan só pode estar equivocado porque é ele quem está com a postura de quem já perdeu", afirmou Lula.De acordo com ele, é o próprio ministro quem está assimilando que a política econômica conduzida pelo governo Fernando Henrique Cardoso "levou a um fracasso sem precedentes". Para isso, segundo o petista, basta avaliar pelos indicadores, a evolução do crescimento do PIB e da pobreza no país. "Poucas vezes a história do Brasil teve gente não ruim governando o país", afirmou.AliançasLula reiterou diversas vezes que somente em março, durante as prévias para a escolha do candidato do partido à presidência, o PT irá definir a política de alianças. "Qualquer pessoa que pertença a um partido político tem direito de dizer que é candidato, mas o momento da decisão é definido pela soberania dos partidos e estou comprometido com as regras do PT", disse.De acordo com ele, "temos que ter muita cautela para falar de política agora, porque muitas coisas não irão prevalecer até o momento da decisão". O presidente de honra do PT ressaltou também que algumas pessoas já decidiram pelo lançamento de candidaturas há dois anos e "não adiantou nada".Conforme Lula, o partido pretende manter boas relações com o governador Itamar Franco e com "o setor do PMDB que se opõe às políticas conservadoras do governo Fernando Henrique". O mesmo bom relacionamento, de acordo com ele, deverá prevalecer também com o PL, do senador José de Alencar, já que este partido "tem votado junto com o PT em todas as questões importantes no Congresso Nacional".Lula visitou hoje os familiares do prefeito de Belo Horizonte no Hospital Mater Dei. Célio de Castro está internado há seis dias no CTI do hospital, se recuperando de uma cirurgia para a retirada de um coágulo, depois de ter sofrido um derrame na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.