ANDRÉ DUSEK/AE
ANDRÉ DUSEK/AE

Lula diz que 'é presidente que decide sobre compra de caças'

Segundo ele, França apresentou proposta mais flexível, mas está aberto para melhores ofertas

Angêla Lacerda e Leonêncio Nossa, da Agência Estado,

11 de setembro de 2009 | 15h29

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta sexta-feira, 11, que a compra de caças para a Força Aérea Brasileira (FAB) será uma decisão "política e estratégica", exclusiva do presidente da República. "A FAB tem o conhecimento tecnológico para fazer avaliações. Agora, a decisão é política e estratégica e essa é exclusividade do presidente da República e de ninguém mais", disse Lula, em entrevista no Porto de Suape, em Ipojuca (PE).

 

Também sexta o Ministério da Defesa divulgou uma nota afirmando que a empresas envolvidas na licitação de venda dos caças ao Brasil terão até o dia 21 de setembro para fazer novas propostas.  Participam do processo a francesa Dassault com o Rafale, a americana Boeing com o F-18 e a sueca Saab com o modelo Gripen NG. O comunicado também informa que a FAB prevê terminar as avaliações técnicas das aeronaves até o final de outubro.

 

Veja também:

link Itagiba quer investigar compras de equipamentos militares

link Empresas terão até dia 21 para apresentar propostas de caças

 

Lula disse que ainda estuda as propostas para a aquisição dos caças, mas deixou claro que a que, por enquanto, apresenta maior flexibilidade é a da França. "O presidente Nicolas Sarkozy foi o único que apresentou para mim, textualmente, uma proposta de repasse de tecnologia para fabricar avião aqui. Se alguém quiser ofertar mais, que oferte", afirmou.  

Ele disse que a decisão de compra não está fechada porque a negociação envolve "muito dinheiro". Segundo o presidente o momento é de palpites.

 

Lula reclamou que em conversa recente com jornalistas no Palácio do Itamaraty, uma ironia feita por ele de que poderia ter os caças de graça foi tratada pela imprensa como uma afirmação. "Fico triste quando a imprensa não sabe o que é brincadeira ou ironia", disse o presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
caçasLulaFrançacompra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.