Lula diz que deve Presidência à liberdade de imprensa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira a Declaração de Chapultepec, com 10 princípios da liberdade de imprensa e, na cerimônia, disse que nasceu "para o mundo político graças à liberdade de imprensa" e que também deve a essa liberdade o fato de ter chegado à Presidência."A liberdade de imprensa é a razão pela qual eu cheguei à Presidência da República, é a razão pela qual as instituições brasileiras dão demonstrações mais sólidas de crescimento e sustentabilidade democrática", afirmou. Lula também reconheceu que o governo tem por hábito reclamar do tratamento da imprensa "quando as coisas não estão boas". "Houve algum momento na história do Brasil ou do mundo em que a imprensa, quando as coisas não estão boas, deixasse de ser vilã? Não houve", disse. "Eu penso que todos nós temos a simplicidade de tentar encontrar o culpado por uma coisa que aconteceu que nós não gostaríamos que acontecesse e eu digo sempre o seguinte: ao invés de a gente ficar procurando um culpado fora do nosso meio, quem sabe é melhor a gente olhar se não está dentro de nós mesmos."Apesar de ter tido problemas com a imprensa nesses 40 meses de governo, Lula afirmou que nunca ligou para um dono de jornal para reclamar e que, enquanto for presidente, a imprensa será "cada vez mais livre porque da parte do governo não haverá nenhuma censura". "No Brasil não há mais espaço para a censura; no Brasil não há mais espaço para condenar a liberdade de imprensa", disse.Nesta quarta-feira, pela primeira vez, os jornalistas que fazem a cobertura do Palácio do Planalto puderem ter acesso ao local normalmente reservado a convidados. Ao contrário das cerimônias normais, os seguranças não impediram o acesso ao local onde estava o presidente ao final da cerimônia.

Agencia Estado,

03 de maio de 2006 | 22h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.