Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Lula diz que boatos de câncer na internet são 'canalhice'

Ex-presidente participou de palestra na Universidade Federal do ABC (UFABC) na tarde desta quinta-feira, 18

O Estado de S. Paulo,

18 de julho de 2013 | 17h46

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou, na tarde desta quinta-feira, 18, em evento na Universidade Federal do ABC, a onda de boatos nas redes sociais sobre a suposta volta de um câncer. "Não é correto que algum canalha fique na internet falando essas mentiras. Vou fazer exame em agosto e, seu eu tiver (câncer), eu serei o primeiro a falar para a imprensa", afirmou o petista.

Nos últimos dias, circularam vários comentários em redes sociais sobre uma possível internação de Lula no Hospital Sírio-Libanês para um novo tratamento de câncer. O presidente do PT, Rui Falcão, e vários políticos ligados ao ex-presidente rechaçaram as informações.

Lula anunciou em 29 de outubro de 2011 que tinha um tumor na laringe. Ele foi submetido a um longo tratamento no Hospital Sírio-Libanês. No fim de março de 2012 os médicos que trataram o ex-presidente informaram que os exames revelavam a ausência de câncer (tumor) na laringe. Em junho, os assessores de Lula confirmaram que não havia mais vestígios de câncer.

O tratamento, por vários meses, chegou a comprometer a voz do petista. Sob intensas sessões de fonoaudiologia, o ex-presidente recuperou gradualmente a voz, mas ainda não pode cometer excessos.

2014. O ex-presidente, dando prosseguimento à palestra, reafirmou o apoio à candidatura de Dilma Rousseff à reeleição presidencial em 2014. "Eu não serei candidato. Eu tenho uma candidata", disse.

Segundo Lula, Dilma é uma "extraordinária presidenta e extraordinária candidata". "Tenho certeza que (a presidente) está dentro do que prometeu fazer e vai fazer muito mais."

Presidente do Brasil entre 2003 e 2010, ele afirmou também que não vê "ninguém com as qualidades dela (Dilma) para assumir a presidência".

Tudo o que sabemos sobre:
LulaUniversidade Federal do ABC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.