Lula discute sucessão no Senado durante coordenação política

José Múcio falou do clima de indefinição sobre quem vai comandar o Senado e a Câmara a partir de fevereiro

Leonencio Nossa, de O Estado de S.Paulo

15 de dezembro de 2008 | 13h18

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva analisou nesta segunda-feira, 15, em reunião com ministros da coordenação política, a decisão do presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), de tentar disputar a reeleição ao cargo, segundo fontes do governo. Durante o encontro no Palácio do Planalto, o ministro de Relações Institucionais, José Múcio, falou do clima de indefinição sobre quem vai comandar o Senado e a Câmara a partir de fevereiro. Ao analisar a situação econômica do País, Lula, segundo fontes da Presidência, reafirmou que pretende aprovar até o final deste ano o Orçamento da União e o projeto que cria o Fundo Soberano do Brasil. Aos ministros da coordenação, ele fez um relato da reunião que teve na semana passada com empresários para discutir a crise financeira. Além de ter considerado que o encontro foi um dos "melhores" que já participou com setores da indústria, dos bancos e do comércio, Lula manifestou satisfação com a repercussão, no meio empresarial, das medidas anunciadas recentemente pelo governo na área econômica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.