Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Lula deve acumular Ministério com comando de 'Conselhão'

Ex-presidente disse a amigos que aceita assumir Secretaria de Governo, mas aguarda aval de Dilma por 'carta branca' para fazer mudanças que julga necessárias

Vera Rosa, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2016 | 18h05

BRASÍLIA - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse a amigos que aceita assumir a Secretaria de Governo, hoje ocupada por Ricardo Berzoini, mas aguarda a conversa com a presidente Dilma Rousseff, ainda nesta terça-feira, 15, para saber se terá carta branca para fazer as mudanças que julga necessárias, até mesmo na política econômica. Além de cuidar da articulação política do governo com o Congresso e da relação com os movimentos sociais, na ofensiva contra o impeachment, Lula também ficará responsável pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

O Conselhão, como é conhecido, foi montado em 2003, no primeiro mandato de Lula, reunindo representantes do governo, trabalhadores e empresários. Foi praticamente esquecido por Dilma até que, no auge da crise política, ela pediu para o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, reativá-lo. Recentemente, porém, o Conselhão voltou a ficar subordinado à Secretaria de Governo.

Pouco antes de chegar a Brasília para a conversa definitiva com Dilma, Lula disse a um deputado de partido aliado: “Quero saber o que ela espera de mim”. Berzoini sempre foi um dos maiores defensores da entrada de Lula no governo e pode ser deslocado para a secretaria executiva da Pasta que hoje comanda. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.