Lula determina que PF investigue assessor envolvido em escândalo

A líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), informou há pouco que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou ao ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, que seja aberto inquérito na Polícia Federal para apurar as denúncias contra Waldomiro Diniz. Segundo ela, a demissão de Waldomiro e a abertura do inquérito são os dois procedimentos do governo sobre o episódio. Salvatti explicou que o inquérito deve ser feito pela Polícia Federal porque se trata de assunto ligado ao jogo do bicho e, portanto, ao crime organizado. Ela considerou a denúncia grave e assegurou que o PT não vai titubear em combater esse tipo de atitude. A senadora afirmou que o episódio não atinge a figura do presidente Lula. "O caráter, a seriedade do presidente Lula não estão em questão", disse. Ela completou que o mesmo diria sobre o ministro José Dirceu."Não tomaremos outra providência sem que as investivações caminhem. Quem tem tradição e história de combate à corrupção não irá se perder em qualquer episódio de recebimento ilícito de recursos." A líder disse que consultará a bancada do partido na segunda-feira, antes de responder se assinará ou não o pedido de Comissão Parlamentar de inquérito (CPI) para apurar o caso. Ideli disse que a denúncia se refere a um episódio de 2002 e questionou porque a pessoa não apresentou denúncia antes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.