Lula desembarca na China

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou no aeroporto internacional de Pequim às 23h20 (12h20 de Brasília), deste sábado, iniciando a sua visita oficial de seis dias à China. Após ser recepcionado pelo vice-ministro das Relações Exteriores da China, Zhou Wenzhong, o presidente brasileiro seguiu para o palácio Diao Yutai, local reservado pelo governo chinês para hospedar os chefes de Estado que visitam o país. Ao desembarcar, Lula não falou com a imprensa.O Boeing 707 da Força Aérea Brasileira, o Sucatão, chegou com 1h50 de atraso, proveninete de Kiev, na Ucrânia. O atraso ocorreu pelo fato de o avião presidencial ter decolado ontem de Brasília uma hora após o previsto. Além disso, houve também um atraso durante a parada da comitiva presidencial em Kiev, capital da Ucrânia, onde Lula cumpriu uma curta agenda oficial.Cerca de setenta pessoas, entre autoridades chinesas e diplomatas brasileiros, compareceram ao aeroporto. Vinte carros e dois microônibus transportaram a numerosa comitiva presidencial, composta por sete ministros, seis governadores e onze parlamentares.Segundo o assessor de imprensa do Palácio do Planalto, Ricardo Kotcho, durante a permanência de 3h30 em Kiev, Lula se reuniu num café da manhã com o presidente ucraniano, Leonid Kutchma, e visitou um monastério. Kotcho afirmou que durante a viagem para Pequim, o presidente manteve uma reunião com os governadores e conversou alternadamente com os ministros.No início da tarde de domingo, o primeiro compromisso oficial do presidente Lula será uma visita ao Palácio de Verão dos Imperadores, uma das principais atrações turísticas da China. Em seguida, ele vai participar da inauguração do escritório da Petrobras, em Pequim. À noite, Lula será homenageado num jantar promovido pela estatal brasileira.As autoridades chinesas colocaram dezenas de bandeiras brasileiras ao lado de bandeiras chinesas na Praça Tian´anmen Square, diante da Cidade Proibida, marco histórico e turístico do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.