Lula descansa em Búzios e prevê ano "mais duro"

Descansando com a família e amigos em Búzios, litoral norte do Rio de Janeiro, desde a semana passada, o presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, disse hoje que estas devem ser suas últimas férias até o fim do ano que vem. "Estou prevendo que 2002 seja um ano mais duro e mais cansativo, então sei que a chance é essa, porque depois de fevereiro tem coisa demais para fazer no País", declarou o pré-candidato do PT à presidência, durante um passeio na Ferradurinha, uma das praias do sofisticado balneário na Região dos Lagos.Hospedado pelo empresário Mauro Faria Dutra, dono de uma mansão no condomínio de Ferradurinha, Lula passeou pela manhã com amigos e a mulher, Marisa, na praia de Geribá antes das 9h para tentar escapar da imprensa. Mas acabou conversando rapidamente com os jornalistas na praia da Ferradurinha. "Vim aqui apenas para relaxar", disse Lula, que estava de chapéu, short, camiseta e havaianas. Ele estava irritado com o assédio da imprensa, principalmente depois da divulgação de que Faria Dutra, empresário no ramo de informática, teria vendido imóveis no Distrito Federal sem entregá-los.Queimado do sol, Lula contou que pretende passar o réveillon na casa da Ferradurinha, sem festa ou comemoração. "Vamos jantar em casa e depois dormir cedo. Tudo em família. Não planejamos nada especial", declarou o petista. A previsão é de que o presidente de honra do PT fique em Búzios até o dia 15 de janeiro. Mas ele já adiantou que pode mudar de idéia e voltar mais cedo para casa. "Meu plano inicial era ficar aqui até o dia 15, mas, quando se fica muito tempo parado, a gente pode enjoar e acabar voltando antes. Vamos ver", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.