Lula desafia adversários a comparar administrações

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desafiou hoje seus adversários a comparar os dois mandatos de sua administração com as gestões passadas. Em Natal, o presidente disse que quando os oposicionistas estiverem fazendo críticas, precisam trazer a lista das "grandes obras" feitas nas gestões passadas.

ANNA RUTH DANTAS, Agência Estado

09 de junho de 2010 | 20h08

"Fizemos em 8 anos o que não fizeram em 30, 40 ou 50 anos. O País era governado para 35 milhões de brasileiros e não fizeram o que era para fazer", disse o presidente.

Lula afirmou que o seu governo trouxe ganhos não apenas para empresários, mas também para os pobres. "Vão ter que entender que governar o País é olhar também para parte pobre do País. Podem perguntar aos grandes empresários e grandes banqueiros, eles nunca ganharam tanto quanto no meu governo. O pobre ganhou o direito a cidadania, o direito de estudar", concluiu.

O presidente disse que tem orgulho em dizer que um torneiro mecânico foi quem mais criou universidades e escolas técnicas no País.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoLulacomparaçãogoverno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.