Lula defende relação externa e diz que PT é seu 'sangue'

Em entrevista ao portal do Partido dos Trabalhadores (PT), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva explicou sua relação com a legenda. Segundo ele, "não é possível haver distanciamento entre mim e o PT. Não há possibilidade de haver distanciamento porque o PT é o único partido da minha vida, o PT faz parte do meu sangue, faz parte do meu dia-a-dia e não tem como haver separação."O presidente também disse que a principal tarefa da legenda, nesse momento, é ter uma política forte para a América Latina e expandir as relações internacionais. "Ao mesmo tempo, o PT, agora, precisa cuidar para que a gente, quando chegar em novembro e tiver que montar a nova direção, faça uma coisa muito forte e muito unida", afirmou. Segundo ele, é isso que o povo espera do partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.