Lula defende Carvalho no caso da Operação Satiagraha

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu hoje o chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que teve contatos com o advogado e ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), que assessora o sócio-fundador do Banco Opportunity, Daniel Dantas, preso e solto duas vezes durante a Operação Satiagraha. "Se você ligar para mim, quem vai atender é o Gilberto Carvalho", disse a uma jornalista que perguntou se os esclarecimentos do chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República tinham sido convincentes.Lula deu uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto. "Peço a Deus que seu telefonema não esteja sendo gravado, pois pode aparecer a sua conversa com Gilberto Carvalho", afirmou Lula. Antes, o presidente disse que o delegado Protógenes Queiroz, afastado da operação, só não volta ao caso "se explicar publicamente e de livre e espontânea vontade que não deseja continuar o trabalho de investigação".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.