Sérgio Lima/AFP
Sérgio Lima/AFP

Lula defende candidatura de Haddad em SP

Petista também avaliou que caminho do PT no Rio de Janeiro é o apoio Marcelo Freixo (PSOL) e, em Porto Alegre (RS), à ex-deputada Manuela d'Ávila (PCdoB)

Camila Turtelli e Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2020 | 22h54

BRASÍLIA - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta terça-feira, 18, a candidatura de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo na eleição municipal de outubro. Lula avaliou também que o caminho do PT no Rio de Janeiro (RJ) é o apoio ao deputado Marcelo Freixo (PSOL) e, em Porto Alegre (RS), à ex-deputada Manuela d'Ávila (PCdoB), que foi vice na chapa de Haddad ao Palácio do Planalto, em 2018.

“(Em São Paulo) tenho cinco nomes e acho que vai ter um candidato. O dia em que o Haddad decidir ser candidato, ele será o candidato, porque todo mundo na verdade gostaria que ele fosse. Agora, temos que respeitar a decisão dele”, disse Lula. “(No Rio) acho que já tem quase que uma cultura estabelecida no PT, que é o apoio ao Freixo. Quase que consolidada”, emendou ele.

Sobre o aval a Manuela, Lula afirmou que há uma tendência natural de o PT apoiá-la na capital gaúcha. O ex-presidente também defendeu a candidatura da deputada federal Marília Arraes à prefeitura em Recife (PE), mas disse que a decisão depende dela e dos diretórios regional e municipal do PT na capital pernambucana.

Após encontro com deputados e senadores do seu partido em um hotel de Brasília (DF), Lula disse que o PT precisa melhorar sua comunicação, principalmente na área digital. “Jamais o PT aceitará disputar fake news, mentira. Queremos tentar provar que é possível utilizar a comunicação digital para falar a verdade, fazer debate com conteúdo (...) porque uma sociedade tocada na base da mentira não produz bons frutos”, afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.