Lula defende ação conjunta de prefeituras do PT

O presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, defendeu hoje, em Araraquara, no interior de São Paulo, uma ação conjunta das prefeituras administradas pelo partido na região para a formulação de políticas públicas. "O PT governa, atualmente 50%, da população do Estado de São Paulo, e o partido acumulou experiências administrativas que devem ser usadas pelos prefeitos eleitos", disse. O líder petista afirmou que a direção da legenda tem de assumir compromissos com as prefeituras, contribuindo com informações e intermediando projetos nos Legislativos estadual e federal e no governo do Estado. "O PT adquiriu uma marca que cacifa os prefeitos, e não fomos eleitos para errar. Com o Orçamento Participativo (OP), ouvindo o povo, é mais difícil errar", disse Lula. Acompanhado do deputado federal José Genoíno (PT-SP) e do presidente estadual do partido, Paulo Frateschi, Lula defendeu a candidatura do primeiro a governador de São Paulo. "Não tem melhor candidato; o Genoíno conquistou o direito de ser candidato em São Paulo", disse. Genoíno lembrou que é pré-candidato, mas adiantou ter projetos alternativos para São Paulo com o objetivo de combater flagelos sociais e a crise na segurança pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.