Lula dá nova versão para adiamento do início do PAC

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou hoje uma nova versão para o fato de ter adiado de um ano para outro - de 2006 para 2007 - o lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que hoje é a principal bandeira de seu governo. No encerramento de um seminário sobre desenvolvimento social, Lula afirmou que a mudança na data de lançamento do PAC aconteceu porque aceitou orientação de "um companheiro da área de comunicação". Segundo o presidente, esse companheiro lhe disse, em 2006: "Presidente, o senhor não vai precisar disso (do PAC) para ganhar a eleição. Deixe o PAC para depois, porque vão pensar que é eleitoreiro."

LEONENCIO NOSSA, Agencia Estado

07 de agosto de 2009 | 18h37

O PAC foi lançado em janeiro de 2007, no início do segundo mandato de Lula. Na época, o próprio presidente disse, em diversas ocasiões, que tinha atrasado o anúncio para poder apresentar o projeto que considerava ideal e culpou ministros por não terem elaborado o PAC que ele desejava.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesLulaPAC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.