Lula critica regras de estrangeiros para Amazônia

Ele diz que responsabilidade pela região é do Brasil e não aceita "lições" de como preservá-la

Tânia Monteiro, do Estadão,

19 Setembro 2007 | 10h28

Em discurso feito na abertura do 2º Encontro dos Povos das Florestas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou os países desenvolvidos por terem destruído as florestas deles no passado e agora pretenderem ditar regras de como preservar a Amazônia. "A Amazônia tem dono. Tem gente que pensa que lá não mora ninguém. Lá moram 23 milhões. Aquilo não é terra de ninguém. Nós queremos assumir a responsabilidade de fazer o que tem que ser feito: extrair riquezas, cuidar da sustentabilidade", declarou o presidente. Veja também: Soja 'asfixia Amazônia', diz francês 'Le Monde' No pronunciamento, feito em grande parte de improviso, Lula afirmou que não aceitará que os países mais pobres paguem pela devastação ambiental que não fizeram. "Tenho me recusado a aceitar lições de qualquer governante de como o Brasil tem de preservar a sua floresta", disse o presidente no encontro, promovido por entidades governamentais, empresas públicas e privadas e movimentos sociais. Ele mencionou dados segundo os quais há 8 mil anos o Brasil detinha 9% das florestas do mundo e, hoje, possui 29,5% - justamente, segundo explicou, porque os países que hoje possuem economias desenvolvidas reduziram as matas nativas. "Isso aconteceu porque eles acabaram com as florestas deles", disse Lula, enfatizando que o Brasil ainda tem hoje preservadas 69% de suas florestas. Consumo "Os países que mais poluem o planeta que assumam a responsabilidade de fazer os investimentos... É preciso rediscutir o padrão de consumo e desenvolvimento. Nós não aceitaremos que mais uma vez em cima dos pobres seja jogada a responsabilidade de pagar um preço pelo uma coisa que não fomos nós que cometemos", disse o presidente. E continuou: "O Brasil precisa se preparar para um enfrentamento que teremos que fazer para defender aquilo que é nosso. Todo mundo tem que saber que a Amazônia tem dono."

Mais conteúdo sobre:
LulaAmazônia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.