Lula critica oposição e Congresso por não votar Orçamento

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez críticas à oposição e ao Congresso por não ter votado, ainda, o Orçamento Geral da União para este ano e propostas de interesse, segundo ele, da classe pobre. "Lamentavelmente, a maior desgraça do ser humano é a inveja", afirmou o presidente. "Eles (os oposicionistas) não conseguiram fazer e não querem permitir que a gente faça".O presidente exaltou a "baianidade", reclamou do preconceito contra nordestinos, negros e pobres e disse que a crise política não pode afetar as camadas mais pobres da população. "O povo não tem nada a ver com isso, não pode sofrer com a irresponsabilidade ou a perseguição de um político", afirmou.Cerca de duas mil pessoas participaram da solenidade de entrega de 239 casas populares do Conjunto Vila do Portão, em Lauro de Freitas, Bahia. Entre elas, havia um grupo de petistas que reclamava a candidatura de Lula à reeleição, aos gritos de "um, dois, três, Lula outra vez".

Agencia Estado,

21 de março de 2006 | 16h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.