Lula critica estruturas da ONU e da OMC na África

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em discurso em Burkina Fasso, criticou as estruturas do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização Mundial do Comércio (OMC). Essas estruturas, segundo ele, precisam ser corrigidas urgentemente. Lula comentou que, no caso da ONU, 130 dos seus 192 integrantes são países da África, da América Latina e da Ásia, mas essas nações não estão adequadamente representadas no Conselho de Segurança da ONU.Sobre a OMC, Lula disse que o G-20 (grupo de países em desenvolvimento) precisa continuar trabalhando para que os agricultores das nações pobres possam ser competitivos no mercado internacional. Lula lembrou da contribuição cultural da África para a formação da sociedade brasileira. Disse que o Brasil é a segunda maior nação negra do mundo e deve o jeito "alegre e amável do seu povo, o samba e o futebol aos negros que foram levados para o País."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.