Lula: crise na Europa é falta de coragem de governantes

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que há uma fragilidade de líderes no mundo de hoje para tomar decisões. Segundo Lula, "a crise que está acontecendo na Europa e Estados Unidos, no fundo, é por falta de coragem para tomar decisões políticas e econômicas que precisam ser tomadas".

ANGELA LACERDA, Agência Estado

22 de julho de 2011 | 10h58

"A Grécia, Espanha e Portugal estão quebrando porque a Alemanha, que tem poder de fazer política monetária na zona do euro, não faz", acrescentou Lula. As afirmações foram feitas durante entrevista por telefone ao programa Super Manhã, da Rádio Jornal do Commercio, no Recife (PE).

Durante cinco minutos, Lula disse também estar tranquilo e consciente de que a presidente Dilma Rousseff vai fazer um bom trabalho e que o Brasil está no caminho certo. "Os investimentos estão previstos, os recursos estão prontos para serem aplicados e o Brasil vai se transformar na quinta economia mundial nos próximos anos".

Nesta manhã, Lula vai receber o título de doutor honoris causa de três universidades públicas - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade de Pernambuco (UPE). Depois ele participa de um almoço com aliados e deve retornar a São Paulo à tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
LulacriseEuropacoragemeconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.