Lula cria a Secretaria Nacional de Portos para o PSB

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu criar a Secretaria Nacional de Portos e entregá-la ao PSB. O ex-ministro da Integração Nacional, Pedro Britto, irá assumir a pasta. A decisão, segundo fontes do governo, foi oficializada nesta quarta-feira, em reunião com os ministros da Casa Civil, Dilma Rousseff e dos Transportes, Alfredo Nascimento e Pedro Britto, no Palácio do Planalto.A secretaria foi a saída encontrada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para dar mais um cargo do primeiro escalão aos socialistas, que perderam para o PMDB o Ministério da Integração Nacional. A idéia provocou uma rebelião no PR, partido do ministro dos Transportes, que perderia uma área importante de sua pasta. Para o partido, dividir o ministério em dois é equivocada, "tecnicamente e politicamente", porque o sistema de transportes no País é interligado. O líder do PR na Câmara, deputado Luciano Castro, havia dito que Alfredo Nascimento foi indicado "para o Ministério dos Transportes inteiro", e não para uma parte, e que a legenda entende que não há outra forma de participar a não ser com um ministério "por inteiro".A Secretaria dos Portos vai tirar do Ministério dos Transportes boa parte do Departamento de Programas de Transportes Acquaviários.Estão sob a administração federal 21 dos 40 portos públicos do País. No ano passado, o ministério investiu R$ 363,4 milhões no setor portuário e, para o período 2007-2010, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo prevê investimentos de R$ 1,1 bilhão só em dragagem dos principais portos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.