Lula convoca militância a trabalhar por Haddad

Em seu primeiro evento público de campanha com o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou a indicação de seu afilhado político com a escolha da então candidata e atual presidente da República, Dilma Rousseff, nas eleições de 2010. Além da comparação, Lula conclamou a militância a trabalhar firme pelo candidato petista neste momento, a menos de um mês para a eleição do primeiro turno, no dia 7 de outubro.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

11 de setembro de 2012 | 20h30

Durante 24 minutos de discurso na quadra do Sindicato dos Bancários na Capital, Lula lembrou as semelhanças entre Haddad e Dilma, dentre elas a inexperiência política em campanhas e a timidez e disse ter orgulho em defender no rádio e na TV a "eleição do melhor dos melhores". "Posso olhar para a cara de cada um de vocês, se este aqui anunciou, ele (Haddad) vai fazer. Pode acreditar nisso", disse o ex-presidente, que no próximo sábado participará de comícios no Capão Redondo e no Grajaú, extremo sul da cidade, com seu afilhado político.

Assistido por mais de dois mil militantes, o ex-presidente lembrou a resistência dos aliados em acreditar na candidatura de Dilma Rousseff, em 2010, e disse que levou um tempo para convencer o partido a apoiar uma candidatura nova, que "começasse de baixo". "Não pensem que foi fácil", emendou. Lula reiterou que escolheu Haddad porque queria que ele repetisse na administração paulistana o mesmo desempenho que teve no Ministério da Educação, citando vitrines de sua gestão nesta área, como o Prouni e o Pronatec, dentre outros programas.

Lula disse também que, assim como Dilma, descobriu em Haddad características como fidelidade, competência e honestidade. "(Ele foi escolhido) Por essas qualidades, pelo jeito de ser, pela capacidade de ouvir e produzir." Ao final do discurso, o ex-presidente conclamou a militância para entrar na campanha e convencer o eleitorado, ressaltando os feitos de Haddad no plano federal. Para Lula, o petista é o único candidato que leva vantagem sobre seus adversários porque tem ao seu lado a militância do PT. "Você é o único candidato que tem um eleitor a mais que os outros candidatos", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012SPcomícioLulaHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.