Lula convida líder chinês a ampliar parcerias

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou neste domingo mensagem ao governo da China em comemoração aos 30 anos das relações diplomáticas entre os dois países. Segundo Lula, a programada visita do presidente chinês Hu Jintao ao Brasil será importante para aprofundar o diálogo e a parceria entre as duas nações. Para Lula, os dois países sempre mantiveram uma relação pautada pelo respeito mútuo quanto à soberania e integridade territorial, descartando qualquer ingerência nos assuntos internos. O presidente disse que há entre os dois países um "diálogo político exemplar, uma fluida cooperação bilateral e posições comuns no cenário internacional." "A parceria estratégica que une nossos dois países alcançou, no ano em curso, patamar especialmente elevado. Com efeito, a visita de Estado que realizei à China, em maio passado, que muito me honrou, pode ser caracterizada de histórica", afirmou o presidente na mensagem. Como parte do resultado dos entendimentos Brasil e China, Lula citou a criação da comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação e o Alto Conselho Empresarial para impulsionar os laços bilaterais. Segundo o presidente, há quatro princípios que têm orientado o relacionamento bilateral: fortalecimento da confiança política mútua, com base em diálogo de igualdade, aumento do intercâmbio econômico-comercial com vistas ao benefício recíproco, promoção da cooperação internacional, com ênfase na coordenação das negociações, e intercâmbio entre as respectivas sociedades civis, de modo a aprofundar o conhecimento mútuo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.