Lula convida Gil para ficar no segundo mandato

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ao ministro da Cultura, Gilberto Gil, que continue no governo em seu segundo mandato. Em uma conversa nesta sexta-feira no Palácio do Alvorada, o presidente apresentou o convite mas não recebeu uma resposta definitiva de seu ministro. "Tudo é possível, mas nosso acerto é que vamos continuar conversando. Não há nada definido", disse o ministro em uma rápida entrevista ao sair do encontro com o presidente. Gil confirmou o pedido de Lula, mas explicou que não deu uma resposta. "Disse a ele que não posso dar ainda uma resposta. Tenho que examinar melhor isso tudo". No início de novembro, em uma cerimônia da entrega da ordem do mérito cultural, o ministro ouviu um coro de 500 artistas e outras personalidades do meio para que ficasse. O ministro fez um balanço da sua gestão e caiu no choro. "Há apelos dentro de mim mesmo para ficar e para sair", disse Gil na época. "Não é a necessidade de voltar a fazer música que me preocupa (se decidir não permanecer). É mais para estar em casa com o meu silêncio", afirmou.

Agencia Estado,

01 Dezembro 2006 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.