Lula conversará com Obama sobre terremoto no Haiti

De acordo com presidente, serão discutidos acordos com outros países para ajudar vítimas do tremor

Carol Pires,

13 de janeiro de 2010 | 20h03

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou há pouco, em discurso durante cerimônia de assinatura de compromisso para a Copa de 2014, que conversará por telefone daqui a pouco com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sobre o terremoto que atingiu o Haiti nesta terça-feira, 12.

 

Segundo Lula, os dois discutirão formas de firmar acordos com outros países para ajudar as vítimas do terremoto. Lula também pediu aos governadores presentes ao evento que apresentem propostas de como podem ajudar aquele país.

 

Mais cedo, o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Faria, informou à imprensa que o governador do Rio, Sergio Cabral, ofereceu ao presidente Lula hospitais de campanha, que, segundo o prefeito, podem ser levantados em apenas quatro horas.

 

O presidente Lula também pediu um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do terremoto e se disse inconformado com o ocorrido no Haiti. "Aquele povo não merecia mais uma desgraça na vida deles", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaObamaterremotoHaiti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.