Lula confirmou três novos ministros do PMDB, diz Temer

O presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), informou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou os nomes dos três novos ministros do PMDB. Somados os Ministérios das Comunicações e Minas e Energia, partido terá o comando de cinco pastas. Esses dois ministérios - com Hélio Costa e Silas Rondeau, respectivamente - já estavam nas mãos do PMDB no primeiro mandato de Lula. Ainda segundo Temer, a posse será nesta sexta-feira, 16, às 9 horas.Os três novos ministros são o deputado Geddel Vieira Lima (BA), que será ministro da Integração Nacional; o deputado Odílio Balbinotti (PR), que assumirá o comando do Ministério da Agricultura; e o médico fluminense José Gomes Temporão, ministro da Saúde. Filiado ao PMDB em dezembro, Temporão terá o apoio dos deputados do PMDB, que vinham se recusando a assumir como deles a indicação do médico, pressionando por outro nome. Balbinotti, indicado pela bancada, é ligado ao setor agrícola. É o maior produtor individual de sementes de soja no Brasil e amigo do governador de Mato Grosso, Blairo Maggi.Temer disse que a confirmação dos nomes foi feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao sair de uma audiência com Lula, Temer disse que o PMDB apresentou cinco nomes para ocupar a pasta da agricultura e que Lula demonstrou "simpatia" pelo deputado Balbinoti. Segundo o deputado Henrique Alves (RN), com a nomeação dos novos ministros do PMDB, Lula poderá contar com todos os 93 deputados do PMDB.Ainda de acordo com ele, Lula pediu ainda que o PMDB ajude o Temporão na Saúde. Lembrou que Temporão é filiado ao PMDB e que iria precisar do apoio da bancada. No encontro, ainda conforme Henrique Alves, Lula disse que o PMDB unido fortalecerá a coalizãoTexto atualizado às 19h02

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.