Lula confirma saída de Gilberto Gil da Cultura

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou hoje a saída do ministro da Cultura, Gilberto Gil. Segundo o presidente, Gil decidiu priorizar a sua carreira."O Brasil não pode ter Gil só na política", afirmou o presidente. "Ele (Gil) teve uma grande recaída: voltar a ser um grande artista. Ele vai priorizar o que é importante para ele", disse o presidente, ao chegar ao Palácio do Itamaraty para almoço com o presidente da Costa Rica, Oscar Arias Sánchez. Gilberto Gil será recebido pelo presidente às 16h30, no Palácio do Planalto. Hoje, Gilberto Gil falou a jornalistas, no Rio, em tom de despedida. Ele não quis precisar uma data para sua saída. O dia deve ser definido na reunião de hoje com o presidente Lula em Brasília. Gil chegou a ficar irritado quando lhe perguntaram se ele pretendia indicar seu sucessor - que poderia ser seu secretário-executivo, Juca Ferreira. "A notícia será notícia na hora de ser notícia", afirmou.

LEONENCIO NOSSA, Agencia Estado

30 Julho 2008 | 13h49

Mais conteúdo sobre:
Cultura Gilberto Gil Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.