Lula confirma que mínimo com reajuste só será pago em maio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na noite de ontem de um churrasco com ministros e parlamentares gaúchos na residência do diretor da sucursal da RBS em Brasília, Paulo Tomé. Lula, acompanhado de D.Marisa, evitou fazer discurso, segundo participantes do jantar. Em conversa com o senador Paulo Paim (PT-RS), o presidente confirmou que o reajuste do salário mínimo para R$ 300,00 só será concedido a partir de 1º de maio. "Se o Collor não tivesse revogado a política salarial durante o seu governo, o salário mínimo hoje poderia ser maior", teria dito Lula a Paim. Em tom de brincadeira, o presidente disse que quando o governo quiser quórum em votações no Congresso é só marcar um churrasco que reúne "toda a gauchada". Participaram do jantar os ministros Tarso Genro, Educação; Dilma Rousseff, Minas e Energia; Miguel Rossetto, Desenvolvimento Agrário; Olívio Dutra, Cidades; Alfredo Nascimento, Transportes; e Amir Lando, Previdência. Lula chegou à casa de Paulo Tomé às 21h30 e saiu às 23h30. Foi servido vinho da região de Bento Gonçalves (RS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.