Lula compara dificuldade da oposição com a sua em 94

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou hoje, durante entrevista a uma emissora de rádio de Aracaju, a dificuldade que a oposição está encontrando para apresentar seu discurso na campanha eleitoral com a que enfrentou em 1994, contra o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "Fiz oposição contra o Plano Real. Foi duro fazer oposição, porque o plano estava incrustado na cabeça das pessoas", afirmou.

TÂNIA MONTEIRO E ANGELA LACERDA, Agência Estado

10 de junho de 2010 | 20h31

Segundo ele, agora a oposição está sem discurso "porque a economia (está) crescendo, o salário mínimo (está) crescendo, o Brasil é respeitado no mundo inteiro e, nos primeiros três meses deste ano, já foram criados quase um milhão de empregos". De acordo com Lula, "isso está criando um certo embaraço para eles, uma certa dificuldade".

Lula disse ainda que espera que a oposição não faça uma campanha "de baixo nível". O presidente também considerou natural que a oposição "saia dizendo ''falta fazer isso, falta fazer aquilo'', porque é o papel dela". Ele advertiu, no entanto, que "contra os números não se discute e nós temos números para debater com qualquer candidato, com qualquer governo".

Mais tarde, em discurso para uma plateia de cerca de 500 pessoas, durante inauguração de um conjunto habitacional (que os moradores já ocupavam desde abril), a assinatura de duplicação da BR-101 e a entrega de ônibus escolares, Lula voltou a defender comparações entre os governos. "Vamos debater economia, desenvolvimento, inovação tecnológica, educação, que o povo vai ficar muito mais satisfeito", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.