Lula comemora aprovação de lei das micros

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estava nesta quinta-feira "eufórico e animado" com a aprovação, pelo Senado, da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, contou o governador do Acre, Jorge Viana (PT). "É uma nova relação com os partidos de oposição", disse Viana, que reuniu-se com Lula nesta manhã e depois o acompanhou no almoço oferecido ao presidente do Peru, Alan Garcia.Para Lula, a aprovação da lei das micros é o sinal de que a oposição aceitará o diálogo com o governo para votar propostas importantes para o País. Desse modo, Lula acredita que terá condição de negociar com a oposição cada projeto de uma "agenda positiva", sem que um lado ou outro tenha de abrir mão de seus princípios políticos.Aprovada por unanimidade no Senado, a lei das micro poderá possibilitar a criação ou regularização de 1 milhão de empresas. O governo calcula que com elas serão gerados de 2 a 3 milhões de empregos com carteira assinada. A lei deve entrar em vigor a partir de 1º de julho de 2007. Ela estabelece um regime tributário diferenciado para as micro e pequenas empresas que faturam até R$ 2,4 milhões por ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.