Lula cobra provas de quem denunicou Meirelles e Casseb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva procurou por um ponto final nas especulações envolvendo os presidentes do Banco Central, Henrique Meirelles, e do Banco do Brasil, Cássio Casseb. "As pessoas que levantaram as denúncias tem que provar. Estou confiante nas pessoas que trabalham (comigo)", afirmou. "As denúncias feitas são coisas que aconteceram em 2002 e, portanto, o governo era outro, a situação era outra e estou muito mais preocupado com o que está acontecendo no Brasil a partir de primeiro de janeiro de 2003, quando assumi a Presidência", disse Lula. Para o presidente, Meirelles e Casseb já deram as explicações que tinham que dar sobre o assunto. Lula disse que não se pode governar em função de especulações. "Acho que ou as pessoas apontam coisas concretas e definitivas e mandam para o Ministério Público - ou não dá para um presidente da República, que tem que se preocupar com 180 milhões de habitantes, ficar por conta do denuncismo que de vez em quando toma conta do Brasil.", disse. Lula participou do lançamento da pedra fundamental para a construção de uma ponte ligando Assis Brasil, no Acre, a Iñapari, no Peru.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.