Lula cobra agilidade no julgamento de processos sobre corrupção

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a cobrar agilidade do Poder Judiciário no julgamento de processos envolvendo dinheiro público. "Eu espero que o Poder Judiciário tenha agilidade para que esses processos não sejam engavetados, não demorem, porque o povo não pode continuar sendo roubado", disse. "A sociedade brasileira precisa compreender de uma vez por todas que só vamos combater a corrupção quando ela agir como fiscal", acrescentou o presidente. Ele participou do sorteio, na Caixa Econômica Federal, dos municípios que vão ser investigados por técnicos da Controladoria-Geral da União, sobre a destinação de recursos federais. Num primeiro momento foram fiscalizados pela corregedoria cinco municípios: Colônia do Piauí (PI), Rio Preto da Eva (AM), Castelândia (GO), Arroio do Silva (SC) e Ribeirão Corrente (SP). Em todos eles foram constatados desvios de recursos federais. Hoje serão sorteadas outras 26 cidades. O presidente criticou também o trabalho da corregedoria no governo anterior. Segundo ele, nem 10% da corregedoria foi usado na defesa do patrimônio público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.