Lula cita Bush para dizer que dá para governar sem maioria

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta quinta-feira, sobre a possibilidade de o apoio do PMDB representar mais governabilidade, que não teve problemas para governar no primeiro mandato. Ele citou o caso do presidente dos EUA, George W. Bush, para argumentar que, mesmo sem maioria no Legislativo, o Executivo pode ter governabilidade: "O Bush acabou de perder a maioria (no Congresso) e não vai deixar de governar os Estados Unidos por causa disso." "Com a aprovação do Fundeb e da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, terei aprovado tudo o que mandei de relevante para o Congresso Nacional", completou. Ao comentar, a decisão do PMDB de aceitar seu convite para integrar um futuro governo de coalizão, Lula afirmou que esse gesto do partido "é importante" e disse esperar que todos os partidos da base aliada ao governo façam o mesmo. "É importante esse gesto do PMDB, e espero o mesmo gesto de todos os partidos que compõem a base do governo. Para que a gente possa, em vez de ficar discutindo cargos, discutir políticas públicas de desenvolvimento, infra-estrutura e investimentos". Em entrevista, nesta capital, o presidente brasileiro acrescentou: "No fundo, é isso o que todo mundo sonha e quer."Ele disse que o fato de não ser mais candidato à reeleição facilita a negociação no Congresso e as ações do governo: "Agora que não há eleição por perto, vai ficar muito mais fácil para que a gente possa fazer isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.