Lula chega a Três Lagoas e amanhã inaugura termelétrica

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou no final da tarde desta quinta-feira no aeroporto de Três Lagoas, onde amanhã inaugura a usina termelétrica com o mesmo nome. Cerca de mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar aguardavam o presidente, na entrada do aeroporto. Entre eles, cerca de 140 eram militantes sem-terra filiados à Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag) de Mato Grosso do Sul, que estão fazendo uma recepção pacífica ao presidente. O comando do 2º Batalhão da PM de Três Lagoas montou um esquema especial de segurança, com a participação de 150 policiais, parte deles recrutada de municípios vizinhos. Também uma viatura antibombas foi deslocada da capital do Estado, Campo Grande, para ajudar na segurança de Lula. A maior preocupação da PM era a possibilidade, ainda que remota, da vinda de militantes do MST da região do Pontal do Paranapanema, em São Paulo, distante mais de 500 quilômetros. O MST mantém acampamentos nos municípios vizinhos de Andradina e Castilho, ambos no Estado de São Paulo. "Isso aqui é uma recepção para o presidente e para o governador Zeca do PT", disse o líder do acampamento Córrego da Moeda (a 20 quilômetros do aeroporto de Campo Grande), Antônio Previati Neto. "Estamos fazendo um movimento pacífico", afirmou Previati Neto. Ele, no entanto, cobra do governo agilidade na concessão de títulos de terra. Do aeroporto, Lula seguirá para um hotel-fazenda do pecuarista Orestes Prata Tiberê, onde passará a noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.