Sérgio Neves/Agência Estado
Sérgio Neves/Agência Estado

Lula chega à Bolívia para firmar acordo com Evo Morales

Presidentes firmarão parceria para financiamento de estrada e discutirão agenda bilateral

Efe,

22 de agosto de 2009 | 13h17

O presidente Lula chegou neste sábado, 22, à zona do Chapare, na região central da Bolívia, onde se reunirá com seu homólogo boliviano, Evo Morales, para firmar um acordo de ajuda econômica destinada a uma estrada e para repassar a agenda lateral entre os países.

 

Lula chegou ao aeroporto de Chimoré em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) por volta das 10h45 locais (11h45 no horário de Brasília) e foi recebido por Morales e o vice-presidente boliviano, Álvaro García Linera.

 

O presidente brasileiro, acompanhado do Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e do Ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, recebeu honras militares do Batalhão Colorados da Bolívia no local onde o avião pousou.

 

Morales e Lula se reunirão em um restaurante próximo de Chimoré para falar sobre as relações energéticas, do contrato de venda do gás boliviano ao Brasil, das dívidas da Petrobrás com a Bolívia e da luta contra o narcotráfico.

 

Os presidentes também têm prevista na agenda uma análise do acordo de cooperação científica e tecnológica para o uso dos recursos do Salar de Uyuni, que concentra as maiores reservas de lítio do mundo e está situado na região oeste da Bolívia.

 

Por volta do meio-dia (13 horas no horário de Brasília), os presidentes irão ao estádio de Villa Tunari onde firmarão um acordo para que o Brasil financie a construção de uma estrada no centro da Bolívia por US$ 332 milhões (quase de R$ 650 milhões).

 

Pouco antes de chegar a Chapare, Lula e sua comitiva fizeram uma escala no terminal aéreo da cidade de Cochabamba, onde os ministros bolivianos do Exterior, David Chquehuaca, e da Justiça, Celima Torrico, e o prefeito da cidade, Gonzalo Tercerosque, receberam o presidente brasileiro como um "Amigo ilustre".

Tudo o que sabemos sobre:
LulaBrasilBolíviaEvo MoralesMorales

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.