Lula chama Itamar para discutir "a visão do mundo a partir de Roma"

O ex-presidente Itamar Franco, que ocupa o posto de embaixador do Brasil em Roma, se reuniu nesta sexta-feira com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Genebra em um encontro cercado de mistérios. Ao sair do evento, que durou cerca de 50 minutos no quarto do hotel onde Lula está hospedado, Itamar afirmou que o motivo da reunião era apenas para debater "a visão do mundo a partir de Roma".O ex-presidente se recusou a dar informação sobre o encontro e se limitou a dar declarações codificadas. "Na Itália, onde estou, aprendemos a ter fé e apostar na reconciliação", afirmou. "Sou um homem da planície". Sobre política, disse só que estará em Juiz de Fora antes das eleições municiais deste ano.O mistério sobre a reunião ficou ainda mais evidente quando o chanceler Celso Amorim observou com cuidado as declarações de Itamar à imprensa e respondeu parte das questões colocadas ao ex-presidente. Rumores apontam que Itamar estaria com a intenção de pedir à Lula que fosse removido de Roma para a embaixada do Brasil na Organização dos Estados Americanos (OEA). Outros boatos dão conta que Itamar estaria querendo voltar ao Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.