Bernardo Montoya/Reuters - 25/10/2011
Bernardo Montoya/Reuters - 25/10/2011

Lula celebra aniversário de 66 anos com 'beija-mão' em São Paulo

Ex-presidente recebeu diversas visitas durante o dia no Instituto Lula; a presidente Dilma, que era esperada na festa esta noite, cancelou a viagem para SP para se preparar para o G20

Gustavo Uribe, da Agência Estado

27 de outubro de 2011 | 14h48

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu a visita de amigos, empresários e autoridades na comemoração do seu primeiro aniversário após deixar a Presidência da República. O petista, que completa 66 anos nesta quinta-feira, 27, chegou às 11 horas à sede do Instituto Lula, na capital paulista, local onde despacha atualmente. O intenso movimento no local levou um visitante a emplacar uma piada. "Isso até parece um beija-mão", afirmou.

 

O ex-presidente foi cumprimentado pelos funcionários da instituição, que não esperavam sua presença nesta quinta. No decorrer de todo o dia, uma dezena de pacotes e embrulhos foram entregues com frequência na sede do Instituto Lula. O petista recebeu ainda uma série de telefonemas, entre eles da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, do ministro da Defesa, Celso Amorim, da senadora Marta Suplicy (PT-SP) e do governador do Rio, Sérgio Cabral.

 

O presidente estadual do PT-SP, Edinho Silva, foi um dos primeiros a visitar o ex-presidente nesta manhã. Ele presenteou Lula com uma garrafa de vinho português e, na saída, disse que o ex-presidente é uma de suas maiores inspirações políticas. Outro petista que marcou presença no instituto foi o vereador José Américo (PT-SP).

 

O ex-presidente recebeu ainda as visitas do ex-ministro do Turismo e de Relações Institucionais Walfrido Mares Guia, do vice-presidente de Relações Institucionais da Embraer, Jackson Schneider; do vice-prefeito de São Bernardo do Campo, Frank Aguiar; o pré-candidato do PMDB à Prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita; além de sua filha Lurian.

 

Lula também recebeu cumprimentos do presidente da Gaviões da Fiel, Antonio Alan, conhecido como Donizete. O dirigente da torcida organizada, que vai homenagear Lula no carnaval de 2012 com o enredo da escola de samba, presenteou o petista com quatro garrafas de cachaça. "Ele nos recebeu muito bem e gostou bastante dos presentes", afirmou. Donizete disse ainda que o ex-presidente presenteou o Corinthians ao ter colaborado com o estádio de Itaquera, que sediará a partida de abertura da Copa do Mundo de 2014. "Não foi só um presente para o Corinthians, mas para todos os cidadãos de São Paulo."

 

No final da tarde, o ex-presidente recebeu a visita do artista plástico Gustavo Rosa, que carregava um quadro com uma representação de Lula durante a infância, chamado O Menino que Pensava Grande. O artista explicou que a obra é uma encomenda da Editora Decor, responsável pela publicação do novo livro do fotógrafo Ricardo Stuckert, Lula 500 Dias em Fotos.

 

O ex-presidente foi surpreendido ainda com uma pequena comemoração promovida pelos funcionários do Instituto Lula. Às 17h30, eles cantaram parabéns e o presentearam com um bolo de frutas cristalizadas. À noite é aguardada uma nova comemoração no apartamento do ex-presidente em São Bernardo do Campo. A presença da presidente Dilma Rousseff era aguardada, mas, por conta de uma gripe, ela cancelou a viagem que faria a São Paulo.

 

Atualizado às 18h42

 

Tudo o que sabemos sobre:
Lulaaniversário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.