Lula cancela visita a Fidel e vai tirar férias no Guarujá

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou os planos de visitar o cubano Fidel Castro e vai tirar dez dias de férias, entre 5 e 15 de janeiro. Uma fonte do Palácio do Planalto disse que o local escolhido para descansar, pela primeira-dama Marisa Letícia, é uma praia no Guarujá, no litoral paulista. Lula planejava visitar Fidel Castro depois de participar da posse do presidente eleito da Nicarágua, o sandinista Daniel Ortega, marcada para dez de janeiro, mas desistiu também desse projeto. "Não vou à posse na Nicarágua porque me convenci de que tenho de tirar dez dias de férias", disse Lula a jornalistas neste sábado, durante visita à exposição do fotógrafo Ricardo Stuckert sobre a campanha da reeleição.Durante as férias do titular, o vice-presidente da República, José Alencar, vai despachar no gabinete presidencial e coordenar o trabalho dos ministros, a pedido de Lula, segundo a fonte do Planalto. "Alencar vai substituir Lula de maneira protocolar", disse a fonte.Constitucionalmente, o vice só assume o governo quando o titular viaja ao exterior ou se encontra impedido de exercer as funções. O impedimento pode ocorrer por razões médicas ou durante processo de impeachment, como aconteceu com Fernando Collor, de setembro a dezembro de 1992.OtimismoLula falou com otimismo sobre o segundo mandato, que começa nesta segunda-feira, ressaltando que "a responsabilidade será maior" nos próximos quatro anos. "Poucos presidentes tiveram a felicidade de terminar um mandato em uma situação tão boa como estamos terminando o primeiro mandato", disse Lula na entrevista. "Do ponto de vista da política, da economia e das políticas sociais as coisas deram certo; as pessoas estão podendo viver um pouco melhor", prosseguiu. O presidente se disse otimista também em relação à crise de segurança pública no Rio, mesmo depois que a governadora Rosinha Garotinho rejeitou o envio ao Estado da Força de Segurança Nacional, oferecida pelo Ministério da Justiça. "Não queremos nos intrometer, mas oferecer o que o governo pode em nível de inteligência e de força policial. Com o Sérgio Cabral, nossa relação com o Rio vai ser muito melhor", afirmou. Lula chegou à exposição de fotos mancando muito da perna esquerda. Há três semanas, ele torceu o pé esquerdo e teve de usar uma cadeira de rodas durante a reunião da cúpula África-América do Sul, na Nigéria.No evento deste sábado, Lula se reencontrou com o menino Ewerton Conceição, de 8 anos. Morador de Lauro de Freitas (BA), Ewerton é o menino que aparece no colo do pai passando a mão sobre a cabeça de Lula, na imagem mais divulgada em cartazes e filmes da campanha da reeleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.