Lula brinda presidente de Botsuana com champanhe

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva interrompeu os 40 dias de abstinência e tomou um gole de champanhe neste sábado. Ao encerrar seu discurso durante almoço oferecido pelo presidente de Botsuana, Festus Mogae, Lula levantou a taça de champanhe, brindou à saúde do anfitrião e sorveu um golinho.O presidente já havia levantado a taça, sem beber, ao final da fala de Mogae. Naquele momento, preferiu passá-la ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.Pelo menos dez quilos mais magro, em função da dieta centrada no consumo de proteínas, e mais bem humorado, Lula passou por três países da África nos últimos quatro dias comendo saladas, carnes magras e bebendo refrigerante light nas refeições.Nos recintos oficiais, havia seguido o protocolo, mas com o cuidado de não bebericar nos brindes e de não cair na tentação das sobremesas.A revelação de que Lula não bebia há 40 dias foi dada pelo ministro do Desenvolvimento, Luiz Furlan na quarta-feira. "Ele vem seguindo à risca o regime dele, inclusive está abstêmio há cerca de 40 dias", disse Furlan, que acompanha Lula na viagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.