Lula brinca sobre tendinite ao receber líder da Namíbia

Dona Marisa também brincou: 'Não, fui eu que quebrei o dedo dele. Brigamos e quebrei o dedo dele'

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

11 de fevereiro de 2009 | 13h31

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstrou bom humor durante recepção no Palácio do Planalto ao presidente da Namíbia, Hifikepunye Pohamba, e brincou dizendo que o dedo polegar esquerdo, imobilizado por causa de uma tendinite desde segunda-feira, foi machucado. Questionado pelos jornalistas sobre o motivo da imobilização, o presidente Lula respondeu que foi boxe.    A primeira-dama, Marisa Letícia, que o acompanha na recepção, então brincou dizendo que foi ela quem quebrou o dedo do presidente. "Brigamos e quebrei o dedo dele, depois fiquei com dó e fiz um curativo".  Dona Marisa, que estava ao seu lado, também brincou: "não, fui eu que quebrei o dedo dele. Brigamos e eu quebrei o dedo. Depois, fiquei com dó e fui lá e fiz o curativo". Questionada se brigou com o presidente porque ele estava em meio a muitas primeiras-damas ontem, ela respondeu: "era muita mulher em volta dele e eu fui lá e quebrei o dedo dele".Lula e o presidente da Namíbia iniciaram reunião privada e, depois, seguirão para almoço no Itamaraty. Antes do encontro com Pohamba, Lula concedeu entrevista a representantes da Associação dos Diários do Interior do Brasil (ADI). Segundo relato de fontes que participaram do encontro, ao encerrar a conversa, Lula disse: "Isso é apenas um começo porque a tendência natural é a valorização cada vez maior da imprensa do interior".   (Com Agência Brasil)

Tudo o que sabemos sobre:
LulaNamíbiatendinite

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.