Lula brinca com o mau humor de Dirceu

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva evitou comentar diretamente a denúncia de corrupção envolvendo o ex-subsecretário de assuntos parlamentares da Presidência, Waldomiro Diniz, mas, no discurso, de comemoração do aniversário de 24 anos do PT, fez referência ao assunto, dizendo que o ?partido é muito mais cobrado do que os outros?. ?O PT virou uma espécie de referência e isso não nos dá o direito de errar. Não digo errar no sentido administrativo, porque excelentes políticos que nos antecederam já erraram. Digo no sentido político?, disse. Lula afirmou que o partido tem que estar empenhado em manter as marcas principais: ?o comportamento ético e sua lisura.? O presidente brincou com o ministro da Casa Civil, José Dirceu, dizendo que ele (Lula) tem estado cada dia mais de bom humor, mesmo nos dias em que Dirceu está num ?péssimo humor?.No restante do pronunciamento, o presidente relembrou a época de formação do partido e as histórias dos ?companheiros? Apolônio de Carvalho e Antônio Cândido, homenageados da noite. ?Eu gostaria de contar muitas histórias aqui, mas estou vendo a imprensa e sei que tudo o que um presidente diz vira manchete no dia seguinte. Então estou tendo cuidado de não falar muito?, disse Lula, que frisou estar participando da solenidade como militante e não como o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.