Lula: Brasil 'não será muito afetado' por crise de crédito

O presidente Luiz Inácio Lula da Silvaafirmou nesta sexta-feira que a economia brasileira serámarginalmente afetada pela crise no segmento de empréstimosimobiliários de alto risco (subprime) nos Estados Unidos, quegerou grandes turbulências nos mercados financeiros. "Nós não seremos muito afetados pela crise do subprime",afirmou Lula para um grupo de empresários do Brasil e daNoruega, durante visita a Oslo. Segundo Lula, a economia brasileira diversificou seusnegócios em relação aos EUA e, com 160 bilhões de dólares emreservas internacionais, está em "situação confortável". Para o presidente, o Brasil deve crescer 5 por cento nesteano e a inflação ficará abaixo de 4 por cento. (Por John Acher)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.