Lula avisa que não falará do assunto e deixa Tarso isolado

O presidente Lula quer enterrar a polêmica reaberta por Tarso Genro. Assim como o ministro da Defesa, Nelson Jobim, Lula considera que a interpretação da Lei da Anistia é assunto do Judiciário - e ao Executivo cabe aplicar a legislação. Lula já avisou que não se pronunciará sobre o assunto e deixou que Tarso ficasse isolado, falando sozinho. O presidente elogiou o fato de Jobim ter chamado para si o problema. Isso teria evitado, segundo ele, que os comandantes das três Forças também se pronunciassem, gerando crise para o governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.