Lula avisa ´há meses´ que reforma será em março, diz Renan

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que não é nova a intenção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de só fazer a reforma ministerial depois da convenção nacional do PMDB, marcada para o dia 11 de março. "Ele vem dizendo isso há alguns meses", comentou Renan. Ele reafirmou que, como presidente do Senado, não lhe cabe opinar sobre os ministérios que serão entregues a seu partido. "Espero que o próprio partido trate disso", alegou. No entender de Renan, a demora de Lula em fazer as substituições nos ministérios, alguns dos quais estão sendo comandados por ministros-interinos - como é o caso da Saúde e Integração Nacional -, não atrapalhará a votação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Acho que o Congresso tem de encarar o PAC pelo que ele significa. É um programa para o País, e não para este governo", defendeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.