Lula avaliará permanência de Lupi após parecer da AGU

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva só deverá se posicionar sobre a permanência do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, depois de avaliar o parecer da Advocacia-Geral da União (AGU), disseram assessores. A Comissão de Ética Pública da Presidência, recomenda o afastamento de Lupi por acumular a função de ministro e de presidente do PDT. Mas a AGU tem sinalizado que não há ilegalidade no acúmulo das duas funções.Além de Lupi, o presidente despacha hoje com o ministro de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, que está retornando ao trabalho depois de um afastamento por motivo de saúde, e com o advogado-geral da União, José Antonio Dias Toffoli, com quem deve discutir a decisão dos advogados da União, procuradores federais e defensores públicos de entrarem em greve a partir do dia 17. Eles querem o nivelamento salarial com os delegados federais, que ganham mais. A agenda de hoje do presidente inclui também despachos com os ministros do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, general Jorge Armando Félix, e da Secretaria-Geral, Luiz Dulci.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.