Lula avalia como "ótima" sua visita aos EUA

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao sair hoje à noite da capital dos Estados Unidos, disse que sua visita ao País "foi ótima". Lula deixou a Embaixada do Brasil e seguiu direto para a Base Aérea de Andrews, onde embarcou de volta a Brasília. O presidente brasileiro, que se encontrou com o americano, George W. Bush, disse que saiu de Washington "satisfeito". Minutos antes, o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, afirmou que, a partir dessa visita, o Brasil e os EUA iniciam uma nova etapa em suas relações. Ele relatou que, nas conversas de Lula e seus ministros com Bush e outras autoridades americanas, prevaleceu um clima de "franqueza e cooperação", em que os problemas foram colocados "com bastante franqueza e objetividade". Na avaliação de Dirceu, a tendência dos dois países daqui para a frente será a de tratar dos temas convergentes, como os relacionados ao comércio e investimentos. "Isso é muito importante para o Brasil neste momento", disse. Brasil e Estados Unidos estão buscando convergências e "concordando com as divergências", afirmou o ministro da Casa Civil ao responder a uma pergunta sobre o clima das conversas entre Lula e Bush, levando-se em conta as diferenças ideológicas. "Assuntos que fazem parte das nossas divergências não estavam na pauta", explicou. Nessa mesma linha, a ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, declarou que, em nenhum momento dos encontros oficiais, qualquer autoridade americana ou brasileira tocou na situação da empresa americana de energia AES. José Dirceu disse que, apesar de o presidente Lula convidado Bush a visitar o Brasil ainda neste ano, não é certo que isso ocorra. "O presidente Bush agradeceu, mas disse que essa visita depende de sua agenda e também da política de relações exteriores do governo dos EUA", relatou Dirceu. Para ler mais sobre a cúpula Brasil-EUA: » Lula fala sobre sua relação pessoal com Bush » Lula e Bush, envolvidos na negociação da Alca » Lula e Bush elevam patamar de diálogo entre Brasil e EUA » Palocci considera factível queda dos juros para um dígito » Lula comenta nos EUA a morte do segurança de seu filho » Lula diz que redução da taxa de juros é sonho pessoal » Palocci e Snow criam grupo de trabalho para crescimento » Transgênicos e parcerias são destaques na cúpula Brasil-EUA » Lula e Bush trocam elogios » Lula e Bush se reúnem na Casa Branca Os preparativos » Alca é prioridade para autoridades do Brasil e dos EUA » Brasil e EUA assinarão cinco acordos » EUA e Brasil deverá liderar a criação da Alca » Após ver Bush, Lula terá encontro com o chefe do FMI

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.