Lula autoriza Mangabeira a ir para a Índia antes da posse

A mesma página da edição extra do "Diário Oficial da União" que publica decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nomeando Roberto Mangabeira Unger para o cargo de ministro extraordinário de Assuntos Estratégicos, estampa também despacho autorizando-o a viajar a Nova Délhi, na Índia, antes da posse, para participar de reunião sobre planejamento de longo prazo e acordos com instituições econômicas e sociais e com o governo daquele país. Os compromissos de Mangabeira na Índia vão até o dia 11.A edição extra do "Diário Oficial" traz também decreto de Lula definindo as competências do novo ministro, detalhando a estrutura do Núcleo de Assuntos Estratégicos (NAE) da Presidência da República e determinando a vinculação da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) ao ministério de Mangabeira. Relacionadas ao decreto de nomeação do ministro extraordinário, portarias nomeando 26 servidores para trabalharem com ele também estão na edição extra do "Diário Oficial" de hoje.O NAE e o Ipea estavam subordinados à Secretaria de Planejamento Estratégico de Longo Prazo, em cujo comando Mangabeira já havia sido empossado por Lula, mas que foi extinto pela rejeição da medida provisória (MP) que a tinha criado.O decreto publicado hoje atribui ao ministro extraordinário competência para "promover o planejamento nacional de longo prazo" e para "articular com o governo e a sociedade a formulação da estratégia nacional e das ações de desenvolvimento nacional de longo prazo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.