Lula ataca Malan, elogia Bulhões e Delfim

Elogios a dois ministros da ditadura militar - Octávio Gouveia de Bulhões e Delfim Netto - e a Tancredo Neves, e um duro ataque ao atual ministro da Fazenda, Pedro Malan, foram as principais declarações do presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, em mais um dia de sua Caravana da Cidadania pelo sul mineiro. Segundo Lula, os brasileiros foram "corretos" no pagamento dos juros da dívida externa, mas Malan foi "subserviente" às determinações do FMI, que defende os credores do País. Ele voltou a atribuir à falta de investimentos governamentais em energia, para ele uma exigência da instituição, a crise do setor, e afirmou que o PT não aceitará que o FMI "determine" a política econômica brasileira. "Não vou citar nenhum esquerdista, vou citar Tancredo Neves (presidente eleito, morto antes da posse, em 1985): ?brasileiro vai passar fome por conta de nossa dívida externa?", afirmou. "Octávio Gouveia de Bulhões foi ministro de Castelo Branco e não deixou o FMI entrar no Brasil. Delfim Netto (no governo João Figueiredo) fez oito acordos com o FMI e não cumpriu nenhum. Apenas o Malan é que é uma espécie de subserviente ao FMI." Na véspera, Lula já elogiara os governos de Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek e, embora com ressalvas, fizera um meio-elogio aos governos militares, por sua capacidade de planejamento. Lula elogiou, mas também criticou, os investimentos em energia de R$ 31 bilhões, anunciados pelo governo na quinta-feira. "Não deixa de ser promissor aos olhos de 170 milhões de brasileiros o anúncio", afirmou Lula. "O que é preocupante? É que o governo anuncia um ovo que ainda não está posto, que a galinha ainda não pôs." Lula lembrou que, do total a ser investido, R$ 22 bilhões viriam da iniciativa privada, sem que se saiba se esses investimentos realmente acontecerão. "Espero que esta não seja mais uma vantagem contada num ano que se aproxima da eleição", advertiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.